Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes
siga-nos Facebook Issuu RSS feed

Paredes é Cidade Educadora. A autarquia "vai trabalhar para ter os melhores alunos"

Img 6864 1 1024 2500
Img 6750 1 1024 2500
Img 6755 1 1024 2500
Img 6818 1 1024 2500
Img 6848 1 1024 2500
04 Dezembro 2017

O Dia Internacional das Cidades Educadoras foi assinalado, sexta-feira, dia 1 de dezembro, na Biblioteca Municipal de Paredes.

À margem das comemorações, a oportunidade serviu para homenagear e reconhecer a excelência e o trabalho dos que se disponibilizam para servir a comunidade e o concelho de Paredes, como o caso de grupos que se empenham, por exemplo, na alfabetização de adultos, ou em atividades que envolvem, de algum modo, todas as gerações, como a prática de atividades culturais ou desportivas.

O vice-presidente da autarquia, Francisco Leal, deu as boas vindas aos presentes e elogiou os grupos homenageados pelo trabalho que têm desenvolvido pela educação.

A vereadora com os pelouros da Cultura e Ação Social, Beatriz Meireles, prometeu “desenvolver todos os esforços para tornar o concelho mais justo e inclusivo, através de programas que consigam, por exemplo, proporcionar a prática desportiva às pessoas com deficiência, ou de iniciativas que coloquem em causa todo o tipo de violência”.

Beatriz Meireles elegeu como pilares fundamentais da ação política “estabelecer uma relação estreita com as instituições sociais na luta contra o insucesso escolar, ou a possibilidade de encontro entre gerações”, bem como, “a reconstrução e democratização da cultura, como a aposta no PT Paredes com Teatro”. Nota que uma sociedade que se empenha em educar para a cidadania e cultura vai preparar melhor os cidadãos.

Na mesma linha de pensamento, o vereador que lidera o pelouro da Educação, Paulo Silva, reiterou a importância da educação para o município. “Queremos as melhores escolas. Queremos e vamos trabalhar para ter os melhores alunos em Paredes”. Acrescentou que “a capacitação e valorização dos nossos jovens é a aposta deste executivo”.

Acresce que os idosos também vão merecer toda a atenção. Paulo Silva sublinhou que “desenvolveremos tudo o que estiver ao nosso alcance para que tenham a melhor qualidade de vida possível”.

José Pedro Amorim, da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação revelou que a apesar de a Constituição explanar que todos os cidadãos têm direito à educação e à cultura, a “educação de adultos está muito pouco valorizada em Portugal”.

O docente considera ainda “fundamental que as intervenções de literacia sejam permanentes”.

Segundo Pedro Amorim, a “educação é um instrumento muito poderoso” e neste sentido, “as cidades educadoras vêm lembrar como é muito importante o que se aprende para além dos muros da escola, com potencial educativo”.

HOMENAGEADOS

- Odília Rocha - Presidente da Universidade Sénior – Rotary Club de Paredes

- Lucília Carvalhinho - Implementou e desenvolveu a Educação de Adultos no concelho de Paredes.

- Grupos do PT Paredes com Teatro

- Centro Socio educativo da Parteira

Partilhar
Top