Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes
siga-nos Facebook Issuu RSS feed

Presidente da Cruz Vermelha e autarca de Paredes enaltecem o trabalho da delegação de Sobreira

27710070 1994429753931177 5375672846138717291 o 1 1024 2500
27709864 1994429660597853 6260169032893278783 o 1 1024 2500
27625376 1994429757264510 6282373354408408999 o 1 1024 2500
07 Fevereiro 2018

O Presidente Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco George, visitou esta quarta-feira, 7 de fevereiro, a Delegação da Cruz Vermelha de Sobreira, acompanhado do Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, da vereadora da Ação Social, Beatriz Meireles, e do vereador da Saúde, Paulo Silva.

A visita inseriu-se no âmbito do roteiro que o presidente da Cruz Vermelha Portuguesa está a promover às várias delegações a nível nacional. 

Para Francisco George, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, "esta visita é o reconhecimento do excelente trabalho que a equipa da delegação da Cruz Vermelha de Sobeira está a desenvolver no território".

Segundo Alexandre Almeida, presidente da Câmara Municipal de Paredes, é de enaltecer “o trabalho dos voluntários socorristas ao serviço humanitário das freguesias do sul do concelho de Paredes. A delegação da Cruz Vermelha de Sobreira é exemplo das boas parcerias que existem entre a câmara e as instituições locais.”

Nesta sessão, onde participaram voluntários, população e autarcas, falou-se da “construção da solidariedade” e da vocação da Cruz Vermelha no âmbito dos programas de emergência socorrista, na resposta ao apoio social e nas iniciativas ligadas à saúde, nomeadamente a criação de unidades de cuidados continuados, para apoiar doentes crónicos.

No final desta visita, o autarca revelou a Francisco George que "partilha das mesma ideias a propósito do futuro da Cruz Veremelha e dos projetos de apoio aos doentes crónicos, com a criação de unidades de saúde de cuidados continuados".

Os anfitriões desta visita foram João Gonçalves, presidente da Junta de Freguesia da Sobreira, e Alberta Rodrigues, delegada especial da Cruz Vermelha local.

Partilhar
Top