Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

lançamento

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Paredes comemora os 110 anos da Implantação da República

Paredes comemora os 110 anos da Implantação da República
120881140_4668746223166170_5699204679318240653_o
120553068_4668747443166048_2903420930289694892_o
120626183_4668747023166090_6647742272380200077_o
120844199_4668705226503603_436674094512882724_o
120844916_4668705239836935_6064734560413716038_o
120844916_4668705633170229_3526200122594413328_o
120955221_4668705493170243_812748132107394036_o
120956750_4668746589832800_609576154076539018_o
120895042_4668746686499457_2450241609533360373_o
120890368_4668721276501998_5253996196768973315_o
120887999_4668747639832695_8852085917619945323_o
120897151_4668704689836990_7636277200541666672_o
05 Outubro 2020

O Município de Paredes assinalou as comemorações do 110.º aniversário da Implantação da República com a apresentação do livro “Paredes e a Primeira República”, de Ivo Rafael Silva, autor e investigador natural da freguesia de Recarei. A obra é uma edição da Câmara Municipal de Paredes em parceria com o Centro de Estudos Interculturais do ISCAP (P.Porto).

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, sublinhou que o Concelho de Paredes "vive um momento de desenvolvimento, um período positivo". Segundo o autarca "temos projetos em curso e uma câmara com contas controladas. As escolas têm tido um trabalho notável, os empresários fazem tudo para vencer esta crise. Estamos no bom caminho. Estou certo que estamos a construir o futuro. O ciclo em que vivemos ficará na história pela positiva”.

Ivo Rafael Silva referiu que “A Primeira República foi o soco no estômago no conservadorismo paredense”, afirmando que "este território foi terreno fértil de acontecimentos que nos auxiliam no entendimento do contexto nacional".

A Vereadora da Cultura, Beatriz Meireles, apresentou um texto ficcionado da sua autoria evocando a "Bandeira da Castrália", que Adriano Moreira de Castro hasteava no "5 de outubro", em Louredo.

Top