Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

tomadaposse

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Paredes vive o andebol de 13 a 17 de julho em Torneio Internacional com mais de 3700 atletas e 600 jogos

Paredes vive o andebol de 13 a 17 de julho em Torneio Internacional com mais de 3700 atletas e 60...
2
3
5
29 Junho 2022

O torneio internacional Paredes Handball Cup’22 realiza-se de 13 a 17 de julho e conta com a participação de mais de 3700 atletas de 330 equipas oriundos de Portugal, Espanha, Reino Unido, Chile e Dinamarca. A presença da Argélia e Nigéria ainda está pendente de vistos.

A competição envolve as vertentes de andebol indoor, andebol de praia, com os jogos a serem disputados em 15 pavilhões, nas várias freguesias do concelho, e um campo exterior com três campos de areia localizado, no Parque da Cidade.

Depois de dois anos de paragem forçada, devido à pandemia da Covid-19, Paredes volta a ser palco, durante 5 dias, “do maior e mais relevante evento do andebol nacional”, salienta Alexandre Almeida, Presidente do Município de Paredes.

Nesta terceira edição do Paredes Handball Cup’22 estarão presentes equipas federadas, escolas e seleções masculinas e femininas, abrangendo todos os escalões (desde sub 12 a masters). De salientar a presença do FC Porto, Benfica e Sporting nos escalões de formação, e das seleções de Portugal, Espanha, Reino Unido, e da Federação Riojana Balonmano.

A organização do evento está a cargo da Câmara de Paredes, em parceria com a Federação de Andebol de Portugal, a Associação Andebol do Porto, o Instituto Português da do Desporto e Juventude – IPDJ e dos clubes e das associações locais como o Altis Clube de Paredes, o Clube Andebol Baltar, a Casa do Povo da Sobreira, a Promov Rebordosa Andebol, Sport Clube Nun'Álvares e Clube Gandra Andebol.

O Município investe cerca de 100 mil euros no Paredes Handball Cup’22, evento que deverá atrair mais de 10 mil pessoas e que representa um retorno económico significativo para o comércio local, hotelaria e restauração. "Os custos do torneio dispararam e as receitas diminuíram. Na alimentação e transporte os custos subiram 50%. Estamos a falar de um aumento de 70 mil euros em relação a 2019", refere Carlos Arrojado, membro da organização, salientando o esforço feito pela câmara de Paredes. "É um parceiro fundamental que, além da cedência dos pavilhões, escolas, espaços de lazer, presta todo o apoio do ponto de vista logístico."

Em 2019, o maior torneio internacional de andebol realizado em Portugal, contou com centenas de jovens em regime de voluntariado no apoia à operação logística. Este ano, mais de 200 voluntários terão a oportunidade de participar novamente numa experiência única e contribuir para boa organização, garantir a segurança e o sucesso do evento.

Top