Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

tomadaposse

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Orçamento para 2018 aprovado em reunião do executivo

Orçamento para 2018 aprovado em reunião do executivo
IMG_7912
14 Dezembro 2017

Na reunião do executivo realizada dia 14 de dezembro de 2017, com 36 pontos na ordem de trabalhos, destaca-se a aprovação do orçamento para 2018.

Numa longa exposição o presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, teve a oportunidade de explicar em pormenor o orçamento da autarquia para 2018. Um orçamento que o próprio apelidou de “orçamento de má herança”, uma vez que fica marcado pelo grande valor de compromissos por pagar herdados do anterior executivo.

Do lado do orçamento corrente, o presidente do município teve oportunidade de demonstrar que as receitas correntes são suficientes para o compromisso de contas que a Câmara vai ter de pagar em 2018.

O grande desequilíbrio existe na parte do capital em que a Câmara apresentou um orçamento para obras de 23 milhões de euros, sendo que deste montante 21,5 milhões são obras já realizadas e, que neste momento, estão ainda por pagar e que transitam do orçamento anterior.

Para fazer face aos pagamentos destas obras, a receita prevista é de apenas 1,5 milhões de euros, pelo que os desequilíbrios existentes, na ordem dos 20 milhões de euros, entre as receitas de capital e as despesas de capital, terá de ser resolvida através de poupanças nas despesas correntes a efetuar nos próximos anos.

Também referiu os graves problemas que a Câmara enfrenta ao nível da receita, uma vez que neste momento a autarquia está impedida de receber fundos comunitários até ao montante de 6 milhões de euros e para além disso está impedido pela Inspeção Geral de Finanças (IGF) de mexer na taxa de IMI.

Apesar de todos estes condicionalismos, a Câmara de Paredes vai garantir, uma vez mais, em 2018, a comparticipação dos manuais escolares, vai reforçar os apoios sociais, nomeadamente, o apoio na compra dos medicamentos aos seniores com dificuldades financeiras e irá continuar a apoiar as empresas e o empreendedorismo no concelho de Paredes.

Top