Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

mq3

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Pelouro da Proteção Civil do Município de Paredes reuniu com as Juntas de Freguesia para reforçar parcerias

Pelouro da Proteção Civil do Município de Paredes reuniu com as Juntas de Freguesia para reforçar...
img_0432
img_0433
img_0460
img_0453
img_0465
img_0436
img_0468
20 Fevereiro 2020

O Vereador da Proteção Civil, Elias Barros, reuniu esta quarta-feira, 19 de fevereiro, com os presidentes das Juntas de Freguesia do Concelho para apresentar o balanço da atividade desenvolvida, em 2019, pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e abordar parcerias para este ano.

Da agenda constaram três pontos, salientando-se as estratégias de combate à praga da vespa asiática, as ocorrências no âmbito do apoio prestado aos agentes de Proteção Civil, e a limpeza de terrenos e incêndios rurais.

Este encontro serviu, ainda, para a Associação NATIVA – Natureza, Invasoras e Valorização Ambiental, parceira do Município, apresentar aos autarcas as novas estratégias de eliminação e controlo da vespa velutina, utilizando técnicas inovadoras e menos dispendiosas como “as armadilhas de captura” e da utilização de biocidas específicos para o extermínio da vespa asiática no Concelho de Paredes.

Refira-se que em 2019 “foram registadas 605 comunicações sobre vespas, das quais foram identificados e resolvidos 418 vespeiros”, segundo os dados do Serviço Municipal de Proteção Civil. “O objetivo é baixar estes números este ano de forma a minimizar o impacto no nosso território”, refere o Vereador Elias Barros, acrescentado que, em 2020, mantem-se o protocolo com a Associação NATIVA.

Em parceria com as Juntas de Freguesia, o Pelouro da Proteção Civil irá breve anunciar sessões de esclarecimento a realizar em Aguiar de Sousa, Cete, Paredes, Lordelo e Rebordosa, de forma a sensibilizar e envolver os munícipes na luta contra a vespa asiática.

No que se refere às ocorrências, "foram contabilizadas o ano passado mais de 120 situações em que foi necessário o apoio aos Agentes de Proteção Civil", nomeadamente quedas de árvores, colapso de estruturas, inundações, incêndios rurais e urbanos, acidentes, entre outras ocorrências. Para o Vereador Elias Barros, "as Juntas de Freguesia tiveram um papel muito importante de proximidade prestando apoio no terreno".

Nesta nota de balanço, importa também referir que foram registadas mais de 600 comunicações respeitantes à limpeza de terrenos durante 2019. No total, a Câmara de Paredes assegurou a limpeza dos terrenos em cerca de 46 mil metros quadrados de área. A meta para 2020 é reforçar a limpeza de terrenos, aumentando em 20% a área a limpar antes do período crítico da época dos fogos rurais e florestais.

"Está em curso uma aleração ao regulamento Municipal de Postura de Resíduos Urbanos e Higiene Pública, encontrando-se em processo de consulta pública, e que visa poder regulamentar a limpeza de terrenos urbanos que de acordo com a legislação em vigor de limpeza de terrenos, não tem enquadramento legal", anunciou o Vereador da Proteção Civil.

Salienta-se também que, este ano, a autarquia de Paredes continuará a proceder à limpeza dos terrenos públicos e vias municipais, dando preferência às freguesias prioritárias e defenidas a nível nacional. 

Top