Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

mq3

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Município de Paredes aposta na sensibilização e limpeza de terrenos para diminuir os incêndios florestais em 2020

Município de Paredes aposta na sensibilização e limpeza de terrenos para diminuir os incêndios fl...
IMG_1408
img_1445
IMG_1494
DSC_0028
IMG_1427
IMG_1450
DSC_0028
IMG_1450
IMG_1419
IMG_1443
IMG_1481
IMG_1437
IMG_1489
21 Fevereiro 2020

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta reuniu esta quinta-feira, 20 de fevereiro, no Salão Nobre da Câmara Municipal, com o propósito de apresentar o balanço de 2019 e abordar a preparação da época de fogos rurais 2020. A autarquia de Paredes vai reforçar a sensibilização e aposta na limpeza dos terrenos como medidas de prevenção eficazes para diminuir os incêndios florestais 2020.

Neste âmbito, o Pelouro da Proteção Civil do Município assume que no decorrer deste ano haverá um reforço na aposta de divulgação, informação e sensibilização da comunidade. “Este ano temos a campanha ‘Paredes sem fogos’, para reforçar a limpeza de terrenos. Queremos passar a mensagem em instituições públicas como escolas e centros de saúde, para promover a sensibilização”, afirmou o Vereador Elias Barros.

O plano para 2020 incluiu diversas ações desde acompanhar no terreno os participantes no Voluntariado Jovem para a Floresta, produção e distribuição de material informativo, sensibilização porta a porta, com equipa de vigilantes do IPDJ, no verão, e Fiscalização nas Freguesias Prioritárias, pelas autoridades, cuja identificação começará a ser feita em breve pela GNR.

O Vereador da Proteção Civil, Elias Barros, liderou a reunião que tem como membros permanentes os comandantes e adjuntos das corporações de bombeiros de Baltar, Cete, Lordelo, Paredes e Rebordosa, representantes das delegações Cruz Vermelha de Vilela e Sobreira, e, ainda, entidades como a GNR/ GIPS, GNR/Núcleo Proteção Ambiental, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, a EDP Distribuição e a Direção Regional de Agricultura e Pescas.

Numa retrospetiva de 2019, a Unidade de Proteção Florestal Municipal adiantou que o Concelho de Paredes foi aquele que registou o maior número de ocorrências no distrito do Porto e mesmo em todo o país, com a identificação de 351 casos. A freguesia de Lordelo lidera no número de ocorrências, com 48 registadas. Já a freguesia de Parada de Todeia é aquela que tem a maior área ardida, com 37,22 hectares.

O número de falsos alarmes foi de 85 casos registados, de acordo com os valores oficiais. A área ardida no Concelho é reduzida, no panorama distrital, com o valor inferior a 100 hectares. De anotar também o tipo de situações registadas, com destaque para os “fogachos”, pelas 254 ocorrências.

Em 2019 a Câmara Municipal procedeu à limpeza de 460 mil metros quadrados e de 9 km de caminhos. Este ano, o Município pretende aumentar estes números em cerca de 20%.

Top