Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

tomadaposse

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

“Correr fez-me livre: dos cuidados intensivos à Ultra Maratona”, livro de Augusto Pinto Oliveira, vai ser apresentado na Casa da Cultura de Paredes

“Correr fez-me livre: dos cuidados intensivos à Ultra Maratona”, livro de Augusto Pinto Oliveira,...
05 Maio 2022

A Casa da Cultura de Paredes vai ser palco, no sábado, dia 7, às 21h00, da apresentação do livro “Correr fez-me livre: dos cuidados intensivos à Ultra Maratona”, da autoria de Augusto Pinto Oliveira.

A obra relata situações reais da vida do autor, “onde na primeira pessoa expõe publicamente o seu passado e o grave problema relacionado com dependências de álcool, drogas e tudo o que o levou a um estado de completo desinteresse pela vida, desânimo, falta de objetivos, motivações, declínio físico, mental e emocional”, refere a sinopse.

A história conta, ainda, “como um acidente quase fatal mudou a vida do autor, que encontrou de novo um sentido para a vida no Trail, nas caminhadas, na escalada, no canyoning, na canoagem e em vários outros desportos”.

O palmarés que foi conquistando também é apresentado na obra. O autor menciona que já participou em 96 maratonas e ultramaratonas, bem como em 60 provas com outras distâncias. Tem mais de 40 provas acima dos 100 quilómetros de distância, somando todas as distâncias percorridas já conta com 6086 km. Já fez os Caminhos de Santiago quatro vezes, desde o Caminho da Interior, passando pelo Caminho Tradicional e pelo Caminho da Costa, com um total de mais de 800 km.
Participou nas mais conceituadas provas do Mundo: UTMB - Ultra Trail Mont Blanc - 168 km, Ultra Trail do Pirineu - 110 km, Ronda dels Cims - 170 km e no Tor des Deants - 338 km.


Augusto Pinto Oliveira nasceu em Paredes a 28 de novembro de 1972. É Gestor Centro de Distribuição - CTT - Correios de Portugal há 30 anos, licenciado em Psicologia Clínica. O escritor é também voluntário na Cruz Vermelha de Sobreira.

Correr fez-me livre

Top