Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

videopromo1

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Paredes homenageia vida e obra do Artista plástico Henrique Silva

Paredes homenageia vida e obra do Artista plástico Henrique Silva
07 Dezembro 2022

Paredes homenageia, dia 10 de dezembro, a vida e obra do artista plástico Henrique Silva, “o paredense emigrado”.

A Casa da Cultura de Paredes recebe a exposição “Desenhos” de homenagem ao Pintor, com desenhos a grafite e pastel sobre papel nunca antes mostrados. A exposição, inaugurada dia 10, pelas 18h00, conta a curadoria de José Rosinhas e estará patente até dia 8 de janeiro de 2023 no Palacete da Granja.

A exposição das obras da 4º Edição do Prémio de Artes Plásticas “Henrique Silva” será, também, apresentada ao público no dia 10, pelas 18h00. Este concurso tem como objetivo incentivar outros artistas a apresentarem novas manifestações criativas.

Também no dia 10 de dezembro, pelas 18h30, será apresentado o livro “Henrique Silva – A Arte em Estado de Acção”, de António Quadros Ferreira com Edições Afrontamento.

O Município de Paredes dedica assim, uma sentida homenagem pelos seus noventa anos, desenvolvendo uma programação cultural diversificada, que se inicia com esta exposição “Desenhos” e termina em outubro de 2023, data do seu aniversário, com uma exposição da Cooperativa Árvore, onde Henrique Silva foi Diretor Executivo.

BIOGRAFIA:

Henrique Silva, nascido em 1933 na Cidade de Paredes, Portugal – artista plástico, foi Diretor Executivo da Árvore, Coop. Atividade Artísticas de 1978 a 1995, Presidente da Projeto, Núcleo de Desenvolvimento Cultural, Cofundador e Diretor da Bienal de Cerveira desde 2003. É Diretor do Curso Superior de Artes e Multimédia da Escola Superior Gallaecia, desde 2009. É Presidente do Conselho Científico da Escola Superior Gallaecia.

Foi bolseiro da Fundação Gulbenkian em Paris de 1961 a 1963, frequentando a École Superieur de Beux-Arts de Paris. Licenciou-se pela Universitée de Paris VIII, em 1977 em Artes Plásticas para o Ensino, tendo-se doutorado em Média- Arte Digital na Universidade Aberta e Universidade do Algarve em 2015.

Diretor Geral e Pedagógico da Escola Profissional de Economia Social em 1989/91 e 1998/2000, participou em seminários e reuniões internacionais em Varsóvia – 1983, Bruxelas – 1986, Creta – 1987, entre outras, sobre políticas de desenvolvimento territorial e cultural.

Expôs em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Estado Unidos, etc. desde 1958, com mais de 50 exposições individuais e 200 exposições coletivas.

Top