Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

tomadaposse

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Eco-caminhada no Parque Urbano de Cete

Cete1 1 1024 2500
Percurso - ficha técnica
  • Tipo de percurso: Circular
  • Distância: 0,5 Km
  • Piso: Terra Batida
  • Grau de dificuldade: fácil
  • Época aconselhada: todo o ano
  • Percurso em kmz

 

Pontos de Interesse
  • Ribeira de Baltar, percorre o parque em cerca de 250 metros.
  • É possível avistar algumas plantas aquáticas, anfíbios, peixes e insetos.
  • Galeria Ripícola constituída por espécies autóctones, essencialmente o choupo-negro (Populus nigra) e salgueiro-preto (Salix atrocinerea).
  • Corredor de autóctones, carvalhos (Quercus robur) e sobreiros (Quercus suber), e podem ser avistadas diversas aves, como o Melro-preto (Turdus merula), Chapim-azul (Cyanistes caeruleus), Chapim-real (Parus major), Tordo-comum (Turdus philomelos), entre outros.
Informações

Descrição: Inaugurado em setembro de 2020, o Parque Urbano de Cête ocupa uma área superior a 10 mil metros quadrados, dispondo de várias valências para a prática de desporto e lazer ao ar livre: percursos pedestres, campo de futebol, zonas arrelvadas, um bar, parque infantil, casa de banho e espaços para piqueniques. Localiza-se na freguesia de Cête
Acolhe a Ribeira de Baltar, cuja bacia hidrográfica também pertence quase na sua totalidade ao concelho de Paredes drenando cerca de 11,4 km2 , nasce na freguesia de Vandoma, entra na freguesia de Baltar passando pelo lugar do Sargeal, onde lhe dão o nome de Ribeiro da Igreja, atravessa a EN15, no lugar da Ponte de Pedra, e recebe um afluente vindo da área Oeste da Serra de Baltar, desaguando, cerca de 40 metros depois de entrar no concelho vizinho de Penafiel, no Rio Sousa, junto à estação de caminho-de-ferro da freguesia de Cete.
Localiza-se a sul do concelho, freguesia de Cête às coordenadas 41° 10.450'N, 8° 21.693'W, com excelentes condições de localização e acessibilidade, estando ligado pela EN 309-3 e pela A4 que facilitam o acesso e o colocam a poucos minutos das principais saídas internacionais, como o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e o Porto de Leixões.
Integrado na Bacia Visual do Mosteiro de Cete, revela desde logo, pela sua nomenclatura, o valor atribuído à paisagem. Permite observar e compreender os carvalhais, formações vegetais com grande diversidade de espécies, muito próximas daquelas que existiam originalmente no norte de Portugal. Apresenta outras formações vegetais que evidenciam o impacte de atividades humanas, nomeadamente a agricultura, a pastorícia, a produção florestal.
A ribeira possui uma fração importante da comunidade piscícola constituída por várias espécies de ciprinídeos, sendo menos frequente a presença de outras famílias. Dentro daquela família destaca-se a importância da boga-do-Norte (Chondrostoma duriensis) e do góbio (Gobio gobio),, e, numa percentagem bastante menor, é possível encontrar ainda espécies como o ruivaco (Chondrostoma oligolepis) e a enguia (Anguillaanguilla)
Sob a copa do carvalhal ou do medronhal sente-se a sombra, a frescura do ar, o burburinho da água na ribeira ou a brisa que movimenta a folhagem.

Morada:
Rua Belo Horizonte
4580-313 Cete

GPS: 41.17411359985304, -8.362324376009846

Top