Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes
siga-nos Facebook Issuu RSS feed

15 escolas de Paredes recebem bandeira verde do programa Eco-Escolas

Img 20181004 wa0027 1 1024 2500
Img 20181004 wa0028 1 1024 2500
05 Outubro 2018

O Município de Paredes garantiu 15 bandeiras verdes para as escolas do Concelho no projeto Eco-Escolas 2017/2018, onde estão inscritos 20 estabelecimentos de ensino de Paredes.

Receberam a bandeira verde as escolas privadas CFPIMM e Colégio Casa-Mãe. Nas escolas públicas destacaram-se a Básica de Paredes, a Básica e Secundária de Vilela, EB 2,3 de Cristelo, EB 2,3 Sobreira, EB Nº 1 de Rebordosa, EB/S de Rebordosa, Jardim de Infância de Estrebuela, Jardim de Infância de Talhô – Gondalães, Básica da Serrinha, Básica de Bitarães, Básica de Vilela, Secundária de Paredes e Jardim de Infância de S. Marcos.

A cerimónia de entrega das bandeiras verdes decorreu esta quinta-feira, 4 de outubro, em Pombal, na qual participaram os vereadores do Ambiente e da Educação da autarquia de Paredes.

Para Francisco Leal, Vice-Presidente e Vereador do Ambiente do Município de Paredes, “esta cerimónia de entrega da bandeira verde, que será hasteada nas escolas, representa o reconhecimento de que atingiram os objetivos do projeto na área da preservenção ambiental”.

O Eco-Escolas visa contribuir para a formação contínua de jovens e adultos mais responsáveis e preocupados com a preservação do Ambiente e do Planeta Terra, em particular os temas como água, resíduos, energia e alterações climáticas.

“Os resíduos, a água e a energia são temas que têm continuidade ao longo dos anos. No ano letivo de 2017/2018 foram abordados temas específicos como a geodiversidade, os espaços exteriores, a floresta e a alimentação saudável e sustentável”, refere Francisco Leal.

Em Pombal estiveram presentes 6 escolas de Paredes: Colégio Casa-Mãe, CFPIMM, Centro Escolar de Bitarães, Jardim de Infância de Gondalães, Jardim de Infância de Estrebuela e Centro Escolar de Paredes.

O Município de Paredes suporta o encargo da inscrição das escolas no projeto, corresponde a 70 euros por escola pública, o que representa um valor global anual de 1260 euros.

O Programa Eco-Escolas é uma iniciativa de âmbito internacional da Foundation for EnvironmentalEducation (FEE), atualmente presente em 64 países, que tem como principal objetivo promover uma cidadania ativa e participativa encorajando ações e premiando o trabalho desenvolvido porcada escola em benefício do ambiente/sustentabilidade. Nasceu em 1994 no Reino Unido, Alemanha, Grécia e Dinamarca e é implementado em Portugal. Desde o ano letivo 1996/97 o projeto é promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa.

Partilhar
Top