Passar para o Conteúdo Principal

município

logo Paredes

tomadaposse

siga-nos Facebook Instagram RSS feed

Palacete da Granja

Designado por “Palacete da Granja”, o edifício pertencia a Joaquim Bernardo Mendes, um português regressado do Brasil. À sua chegada recebeu o título de Visconde de Paredes. Foi nessa altura que construiu este magnífico Palacete com algumas características brasileiras, de entre as quais se destacam uma balaustrada que integra o frontão triangular, acentuando a linha do telhado, as fachadas revestidas de azulejos de alto-relevo de cor amarela e branca, provenientes da fábrica de Massarelos, grandes portas e janelas. O acesso à entrada principal faz-se por um portão, profusamente trabalhado, da Fundição de Massarelos, onde sobressai, pelo interior, um monograma do proprietário. Salienta-se, ainda, um belíssimo jardim, no qual sobressaem cameleiras e uma sequoia, delimitado por um muro e dois mirantes/caramanchões que completam o romantismo do conjunto.

Foi neste palacete que el-rei D. Carlos foi recebido em Junho de 1895.

No início dos anos 90 a Câmara Municipal de Paredes, consciente das características peculiares do “ Palacete da Granja”, através de um protocolo assinado com a Irmandade da Misericórdia de Paredes, procedeu à sua recuperação e posterior dinamização como Casa da Cultura. 

Contactos para informações/marcações:


GPS: 41°12'15.08"N / 8°19'36.05"W

Património Arquitetónico
Top